Voo de Parapente

Aventura e liberdade

A Pedra Bonita é bem conhecida por cariocas e turistas. Um dos motivos de sua fama é a rampa de voo livre. A Pedra Bonita é o único lugar da cidade onde a atividade é permitida.

 

Voo de Parapente

O parapente é uma das modalidades de voo livre e é considerado um esporte radical. O equipamento utilizado permite que você controle a direção do voo e ficar no ar por longos períodos, usando as correntes de ar.

O Parapente é diferente do paraquedas. Com o paraquedas você apenas desacelera a sua queda. Ele é usado como equipamento de segurança voo de parapente pedra bonitaobrigatório durante qualquer tipo de voo livre.

O parapente foi criado na década de 1970 na França para o treinamento de paraquedistas em precisão de aterrissagem. Ainda na mesma década, ele foi trazido para o Brasil. No início ele era considerado o esporte radical mais perigoso do mundo, mas sua tecnologia tem evoluído bastante nos últimos anos, o que o torna seguro atualmente.

Os preços podem variar muito, tente pegar a baixa temporada e pague mais barato (preço varia de R$ 250,00 à R$ 550,00).

 

Voo duplo de instrução

Esta é a única forma de voo de parapente permitida na Pedra Bonita. Nesta categoria, você voará acompanhado de um instrutor profissional.

Esta atividade não é recomendada para pessoas com problemas de coluna ou das articulações, problemas cardíacos ou que tenham feito alguma cirurgia recentemente.

O passeio dura em torno de 1h, incluindo o tempo que se leva para colocar o equipamento, a explicação de como tudo vai funcionar, um treino de decolagem, o voo em si e a aterrissagem.

 

Voando sobre o Parque Nacional da Tijuca

É uma experiência fantástica. Passe do lado da Pedra da Gávea, espie o Morro Dois Irmãos, dê um olá para o Cristo Redentor no topo do Morro do Corcovado. O voo de parapente te dá uma visão aérea de toda Floresta da Tijuca, a segunda maior floresta urbana do mundo.

 

Voar de Parapente a partir da Pedra Bonita

Para sua própria segurança, certifique-se de que está contratando um serviço profissional. Há várias empresas e agências de turismo especializadas em turismo radical no Rio de Janeiro que oferecem este serviço ou podem indicar bons profissionais.

Procure saber se o instrutor é credenciado pela Confederação Brasileira de Voo Livre.

O voo pode ter de 10 a 15 minutos de duração, dependendo das condições meteorológicas. Você até pode pilotar um pouco durante o voo.

Você poderá voar de parapente a partir da Pedra Bonita em qualquer época do ano, desde que não esteja chovendo no dia.

 

Alguns sites

 

Praia do Pepino

O local de pouso escolhido é a bela Praia do Pepino. Ela fica no bairro de São Conrado, no final da zona sul, entre o bairro do Joá e a comunidade da Rocinha. São 3 km de distância entre a Pedra Bonita e a Praia do Pepino.

Lá na orla você encontra os grupos de voo livre e pode agendar seu passeio. Ela também é usada como ponto de encontro entre os instrutores e os alunos.

A praia é muito bonita e você pode aproveitar o resto do dia por lá.

Voo de asa delta

Sendo radical no Rio

Quem gosta de turismo radical tem na Pedra Bonita um lugar ótimo para praticar o voo livre com asa delta.

Esta atividade não é recomendada para pessoas com problemas de coluna ou das articulações, problemas cardíacos ou que tenham feito alguma cirurgia recentemente.

 

O voo de asa delta

A história da asa delta é bem antiga. Ela começa ainda no século VI na China. Os chineses construíam pipas gigantes que conseguiam erguer uma rampa asa delta pedra bonitapessoa de até 80 kg. Centenas de anos depois, no século XIX, os planadores começam a ser projetados na Alemanha. Desde a década de 1960, o voo de asa delta é praticado como esporte radical.

No voo de asa delta, o praticante fica deitado quase na horizontal, o que dá a sensação de estar voando com suas próprias asas.

Em 1999, o Brasil foi o campeão mundial de asa delta e até hoje há vários brasileiros entre melhores praticantes.

 

Voar de Asa Delta a partir da Pedra Bonita

O voo normalmente tem duração entre 10 e 15 minutos, mas isso depende das condições meteorológicas, como as correntes de ar.

Você poderá voar de parapente a partir da Pedra Bonita em qualquer época do ano, desde que não esteja chovendo no dia.

O passeio costuma durar em torno de 1h. Considerando o tempo que se leva para colocar o equipamento, a explicação de como funciona, um treino para a decolagem, o voo em si e a aterrissagem.

Preço pode variar entre R$ 300,00 e R$ 700,00, tudo isso depende da temporada e da procura pelo salto.

 

Voo duplo de instrução

Esta é o único tipo de voo de asa delta permitido na Pedra Bonita. Nesta categoria, você irá voar acompanhado de um instrutor profissional. Mas você pode pilotar um pouco.

Para sua própria segurança, certifique-se de que está contratando um serviço profissional. Procure por empresas e agências de turismo que sejam especializadas em turismo radical no Rio de Janeiro e oferecem este serviço ou que podem indicar bons profissionais.

Procure saber se o instrutor é credenciado pela Confederação Brasileira de Voo Livre.

 

Sobrevoando a cidade do Rio de Janeiro

Voar de asa delta no Rio de Janeiro é uma experiência fantástica. Você passa do lado da Pedra da Gávea, do Morro Dois Irmãos e do Cristo Redentor no topo do Morro do Corcovado. O voo de asa delta te dá uma visão aérea de toda Floresta da Tijuca, a segunda maior floresta urbana do mundo. Você vai sobrevoar toda a zona sul da cidade e as praias mais famosas, como Copacabana e Ipanema.

 

Alguns sites e agências

 

Aterrissando na Praia do Pepino

Ela é usada como ponto de encontro entre os instrutores e os alunos e também como o local de pouso. Você encontra no final da orla os grupos de voo livre.

A bela Praia do Pepino fica no bairro de São Conrado, no final da zona sul, entre o bairro do Joá e a comunidade da Rocinha. São 3 km de distância entre a Pedra Bonita e a Praia do Pepino.

A Praia do Pepino é muito bonita e você pode aproveitar para passar o resto do dia por lá.

Pico do Sacopã

Bela vista da zona sul

Às margens da Lagoa Rodrigo de Freitas, ao lado do bairro de Copacabana, na zona sul do Rio, fica o Parque da Catacumba.

 

Parque da Catacumba

O nome oficial na verdade é Parque Natural Municipal José Guilherme Merquior, mas poucas pessoas sabem disso. Todo mundo chama de Parque da Catacumba mesmo. Isso porque diz uma lenda que havia um cemitério indígena naquele lugar.

Tem bastante coisa legal pra fazer lá no Parque da Catacumba e vale a pena tirar uma tarde de sábado ou domingo para conhecer o lugar. O passeio trilha pico do sacopãmais conhecido do parque é a trilha até o Mirante do Sacopã.

 

Pico do Sacopã

É uma das trilhas mais fácies que você pode encontrar pela cidade. Crianças a partir de 7 anos podem fazer, desde que com a supervisão de um responsável. A trilha leva apenas 20 minutos, requer pouco esforço físico e é bem sinalizada.

O caminho hoje usado para o lazer dos amantes da natureza existe desde 1735. Na época ele servia de ligação entre a lagoa e a atual região de Copacabana. Nesse período a lagoa se chamava Sacopenapã e tinha o dobro do tamanho atual.

Do alto do Pico do Sacopã a vista é muito bonita. O Morro do Corcovado com o Cristo Redentor está logo ali. Da pra ver toda a lagoa até o Jockey e o Jardim Botânico do outro lado. A Pedra da Gávea e o Morro Dois Irmãos também podem ser vistos assim como a orla da zona sul. Se o dia estiver bom, dá pra ver até a ponte Rio- Niterói.

Muitas pessoas curtem subir o Pico do Sacopã no final da tarde para apreciar o por do sol. No caminho até o topo você poderá encontrar animais silvestres, seja gentil com eles. Leve um saquinho para recolher todo o seu lixo. Contribua para a preservação do local.

A trilha começa próximo ao portão da administração do Parque da Catacumba.

 

Aproveitando o dia de boa na Lagoa

Se, depois desse passeio, você ficar com fome e quiser ir até um restaurante não precisará ir muito longe. O famoso Palaphita Kitch fica bem pertinho da entrada do parque. Seguindo pela orla da lagoa na direção ao Parque Lage, há outras opções bem diversas.

 

Como chegar ao Parque da Catacumba

O Parque da Catacumba fica na Avenida Epitácio Pessoa, nº 3.000 – Lagoa.

De metro: a estação mais próxima é a Cantagalo, terceira estação do bairro de Copacabana. Vá até a Rua Pompeu Loureiro e pegue um desses ônibus: 436- Grajaú x Leblon (via Lagoa), 157- Central x Gávea ou 441- Caju x Lido. Peça para o motorista para descer no ponto mais próximo do parque.

De ônibus: as seguintes linhas passam em frente à entrada do parque.
157- Central x Gávea
436- Grajaú x Leblon
441- Caju x Lido
461- São Cristóvão x Ipanema
462- São Cristóvão x Copacabana
473- São Januária x Lido

De bicicleta: Tem uma estação da Bike Rio na Praça Prof.  Arnaldo Morais, na Avenida Epitácio Pessoa, a poucos metros da entrada do parque (perto do ponto dos pedalinhos).

Morro Dois Irmãos

A vista é maravilhosa

Há muitos lugares legais para você aproveitar a exuberante natureza carioca. Na zona sul do Rio, fica o Morro Dois Irmãos, entre os bairros do Leblon, do Vidigal e São Conrado.

 

Morro Dois Irmãos

O Morro Dois Irmãos é uma formação de gnaisse semelhante ao Pão de Açúcar e ao Morro do Corcovado. Ele tem 539 metros de altitude acima do nível do mar. Ele ganhou esse nome porque tem dois picos.

Devido a sua altura, ele pode ser visto de várias praias da zona sul, principalmente de Ipanema e do Leblon. A vista lá de cima dele também é incrível. morro dois irmãosÉ possível ver quase toda a zona sul da cidade, o Corcovado, a Pedra da Gávea, o Arpoador e a Lagoa Rodrigo de Freitas ganha um formato de coração.

 

Parque Natural Municipal do Penhasco Dois Irmãos

As terras vizinhas ao Morro Dois Irmãos foram usadas como área de pasto e lavoura entre os séculos XV e XVI e, depois, viraram canaviais até o final do século XIX. No começo dos anos 30, passaram a lotear os terrenos para ocupação urbana e assim surgiu o Alto Leblon.

Em 1992, criaram o Parque Natural Municipal do Penhasco Dois Irmãos para proteger o remanescente de vegetação natural e a fauna local. O parque é completamente movido à energia solar.

Dentro do parque há algumas espécies ameaçadas de extinção, como alguns tipos de orquídeas e bromélias. Por lá vivem os micos-estrela e esquilos.

É uma área verde de lazer com boa infraestrutura. Pequenas trilhas se espalham pelo lugar e você pode caminhar por elas para apreciar a natureza. Não é incomum ver pessoas se exercitando por ali.

Todo o espaço é bem sinalizado e limpo. Pode ser um destino pra quem quer levar as crianças para passear.

Uma boa pedida para conhecer bem o lugar é pegar um bicicleta na estação da Bike Rio que fica em frente ao Posto 12 da Praia do Leblon e ir pedalando até lá.

O parque fica dentro do bairro do Leblon e pode ser acessado pela Avenida Visc. De Albuquerque, na altura da Praça Atahualpa.

 

Mirante Dois Irmãos

O mirante fica dentro do Parque Natural Municipal do Penhasco Dois Irmãos. É um lugar lindíssimo que você pode conhecer de manhã ou no cair da tarde, pra fugir do sol forte. A vista não é a mesma que a do topo do Morro Dois Irmãos, mas é tão bonita quanto.

 

Como chegar ao parque do Morro Dois Irmãos

De metro: a estação mais próxima é a General Osório em Ipanema. Lá você pode pegar o ônibus 435- Gávea x Grajaú que segue pela Av. Gen. San Martin e no ultimo ponto da rua.

De ônibus: Qualquer linha que passe pela Praia do Leblon serve. Desça no ultimo ponto, perto da Praça Atahualpa.

De bicicleta: Além da estação no Posto 12 tem também uma na Praça Cazuza e outra na Praça Antero de Quental, todas bem próximas ao parque.

De carro: Vindo por São Conrado é só seguir pela Av. Niemeyer e entrar na Av. Visc. De Albuquerque. Quem vem por Ipanema deve seguir pela praia até o final. Se você vem pela Gávea, pegue a Visc. De Albuquerque no final da Rua Rodrigo Otávio.

 

Trilha do Morro Dois Irmãos

Para conhecer melhor o lugar, você pode fazer uma trilha até o topo. Não é muito difícil e se você já subiu o Morro da Urca, vai ser tranquilo. Esta é a melhor forma de aproveitar a natureza e a vista incrível que só o Morro Dois Irmãos pode te oferecer.

Palácio Laranjeiras

Vale conhecer

O Palácio Laranjeiras é um dos lugares históricos que você não pode deixar de conhecer no Rio de Janeiro, assim como o Paço Imperial na Praça VX.

Ele fica no bairro das Laranjeiras, que faz limite com o Catete, Flamengo, Botafogo e Morro Dona Marta, na zona sul da cidade.

 

Palácio Laranjeiras

Ele foi construído na primeira década do século XX para ser a residência da família Guinle. Depois que Eduardo Guinle faleceu, a família precisou negociar com o governo federal a propriedade. O edifício passou a ser propriedade da União.

Juscelino Kubitschek morou lá nos primeiros anos de seu governo porque não queria usar o quarto de Getúlio Vargas no Palácio do Catete. Hoje opalácio das laranjeiras lugar serve como residência oficial do Governador do Estado. Não confunda com o Palácio Guanabara, que é a sede oficial do Governo.

Ele foi tombado como patrimônio histórico e artístico nacional. O edifício é aberto à visitação, mas somente na ala social. Não é possível conhecer todos os andares, já que parte do prédio é residencial.

No acervo há pinturas do artista neerlandês do século XVII Frans Post, uma réplica do piano da rainha Maria Antonieta da França, várias esculturas e mosaicos de mármore e de cerâmica com aplicações em ouro.

 

Parque Eduardo Guinle

São 25 mil m² de área verde circundando o Palácio Laranjeiras.

O jardim foi construído no estilo francês com alamedas e lagos, semelhante ao Parque Lage no bairro do Jardim Botânico. Ele fica aberto o dia todo, todos os dias. O acesso é feito pela Rua Paulo Cezar Andrade, nº 407.

 

Como chegar ao Palácio Laranjeiras

De metro: a estação do Largo do Machado fica a menos de 400 metros de distância. Ambas as linhas passam por ela. Saindo da estação, siga pela Rua Gago Coutinho, passando pela Igreja Matriz Nossa Senhor da Glória.

De trem: Vá até a estação da Central do Brasil e faça baldeação para pegar o metro.

De bicicleta: há uma estação da Bike Rio no Parque Eduardo Guinle, na altura da Rua Gago Coutinho

De ônibus:
Qualquer ônibus que passe pela Rua das Laranjeiras ou pela Rua Pinheiro Machado serve. Se você passar pelo Túnel Santa Barbara, desça no primeiro ponto depois dele.
Há várias linhas de ônibus que passam pelo Largo do Machado.
Você também pode pegar um ônibus que passa na Praia do Flamengo, descer no ponto próximo ao Castelinho do Flamengo e ir andando até lá.

De carro:
Quem vem da zona norte e da zona oeste deve acessar o bairro das Laranjeiras pelo Túnel Santa Barbara. Saindo do túnel, não pegue o viaduto, siga por baixo e entre à direita. Depois siga as placas em direção ao Largo do Machado.
Pra quem vem da zona sul, siga pela Praia de Botafogo e pegue a Rua Pinheiro Machado, usando Viaduto Santigo Dantas. Pegue a Rua Paissandu e vá em direção ao Largo do Machado.

Pra quem vem de Niterói há o ônibus Alcântara x Botafogo da viação Fagundes que passa na Alameda São Boa Ventura e o 751D Charitas x Gávea (via Túnel Santa Barbara)

Mirante Dona Marta

Turismo na comunidade

Na zona sul da cidade, entre Cosme Velho, Botafogo, Laranjeiras e o Morro do Corcovado, fica o Morro Dona Marta.

O nome do lugar surgiu no final do século XVII, quando o padre Clemente comprou terras ali e deu ao morro o nome de sua mãe, Marta, para homenageá-la pouco depois da sua morte. Séculos depois, uma imagem de Santa Marta foi levada para o alto do morro e construíram uma capela para ela. A Favela Santa Marta começou com os funcionários do Colégio Santo Inácio, que receberam parte do terreno para a construção das casas.

 

Visite o Mirante Dona Marta

O ponto mais alto do morro, a 362 metros de altitude, fica o Mirante Dona Marta. De lá de cima, a vista é incrível. Você pode ver o Maracanã, a região do centro da cidade, a Marina da Glória, o Aterro do Flamengo, toda a enseada de Botafogo, o Pão de Açúcar, a Urca, o Morro da Babilônia, a entrada da Baía de Guanabara e a cidade de Niterói ao fundo.

Pra quem gosta de fotografar, é um prato cheio. Você consegue ângulos inusitados da cidade.

Lá do mirante, você pode embarcar um voo panorâmico de helicóptero pela cidade. Eles duram de 6 a 60 minutos.

mirante dona marta

 

Parque Nacional da Floresta da Tijuca

O Mirante Dona Marta fica no Setor B do parque: Serra da Carioca. Ali você também encontra o Cristo Redentor, o Mirante da Vista Chinesa, as Paineiras, o Mirante da Mesa do Imperador e o Parque Lage, já na parte mais próxima à Lagoa Rodrigo de Freitas, perto do Jardim Botânico. Há também muitas cachoeiras nesta região.

É uma parte do Parque muito legal de visitar e estar em contato com a natureza. A flora e a fauna locais são lindas.

 

Como chegar ao Mirante Dona Marta

Há três caminhos para chegar lá: vindo de Cosme Velho, por trilha, ou vindo pelo Parque Nacional da Floresta da Tijuca.

Não tem como subir de ônibus até lá em cima. O melhor jeito é ir de carro ou pela trilha. Não há estação de trem ou de metro nas proximidades

Saindo de Cosme Velho: Você vai seguir como se fosse para o Corcovado. Suba pela Estrada das Paineiras. Ela começa a Rua Alm. Alexandrino, na altura do nº 5088. Quando chegar à rotatória, siga pela esquerda em direção ao Mirante.

Você pode ir de ônibus até o inicio da Estrada das Paineiras e depois seguir de taxi. Dá mais de 1 km andando, não é indicado fazer isso no verão. As linhas que passam ali são: 006- Santa Teresa x Castelo, 007- Silvestre x Central e 507- Silvestre x Largo do Machado.

Trilha até o Mirante Dona Marta: Vá até o alto da Favela Santa Marta, usando o elevador inclinado, onde começa a trilha. São 40 minutos de caminhada, dependendo do seu ritmo. O nível de dificuldade é fácil.

Vindo pelo Parque: Pegue a Estrada do Redentor e siga até o final. Quando você passar pelo Hotel das Paineiras, haverá uma bifurcação, siga pela direita, pegando a Estrada das Paineiras.

Favela Santa Marta

Vale o turismo

A Favela Santa Marta fica no Morro Dona Marta, na zona sul da cidade. Os bairros vizinhos são: Cosme Velho, Laranjeiras e Botafogo.

 

Quem era a Marta

Na verdade são duas Martas diferentes. A dona Marta era a mãe do padre Clemente. Ele comprou as terras onde fica o morro no final do século XVII e quis homenagear a mãe que tinha falecido há pouco tempo.

A Santa Marta é a irmã de Lázaro e Maria, que aparece no Novo Testamento recebendo Jesus e os doze discípulos. No início século XIX, levaram uma grande imagem dela para o alto do morro e ali construíram uma capela em sua homenagem.

favela santa marta

 

A fama internacional da Dona Marta

Tudo começou quando o Rei do Pop, Michael Jackson, gravou parte do clip They Don’t Care About Us lá na Favela Dona Marta, em 1996. Em 2009, era a vez de Madonna fazer uma visita e no ano seguinte Alicia Keys gravou lá um clip de música que canta com Beyoncé.

No ano de 2011, a Favela Dona Marta entrou para o mundo dos cinemas. Boa parte do filme “Velozes e Furiosos – Operação Rio” foi gravada lá.

Hoje, quem visita a favela encontra uma estátua do Rei do Pop na laje que ele usou para as gravações. A estátua foi inaugurada um ano após a morte de Michael Jackson.

 

Favela Santa Marta Tour

Este é o melhor jeito de conhecer a favela. Os guias são moradores locais que conhecem como ninguém o lugar e sua história. O tour em português custa R$60 por pessoa. Recomenda-se agendar com antecedência, principalmente na alta estação.

 

Como se divertir na Favela Santa Marta

Por do Santa – Acontece na Laje do Michael Jackson. A roda de samba reúne a galera no primeiro sábado do mês.

Morro de Alegria – Esta roda de samba é organizada pelo bloco Spanta Neném. Ela acontece na quadra da escola de samba da Santa Marta.

Downhill de bicicleta– Suba pelo elevador inclinado até a estação cinco e vá até a UPP. Descendo ladeira abaixo você tem 2.700 metros de aventura com um visual incrível. O passeio termina no bairro de Botafogo, na Rua Assunção.

Mirante Dona Marta– Suba até a ultima estação do elevador inclinado. São uns 40 minutos de caminhada, dependendo do seu ritmo. A trilha não é difícil, mas é preciso cuidado, pois o terreno é arenoso.

Casa de Cultura Dedé– Começou como uma sala de leitura em um ambulatório médico abandonado. Depois virou escola de música. Hoje oferece cursos de arte, cultura, música e audiovisual. Nas terças tem o Cine Atitude com entrada gratuita.

 

MAPA

 

Como chegar à Favela Santa Marta

De ônibus: As seguintes linhas param na entrada da favela.
136- Copacabana x Rodoviária
154- Ipanema x Central
155- Ipanema x Central (via Túnel Santa Barbara)
161- Lapa x Leblon (via Jockei)
170- Gávea x Rodoviária (circular)
172- São Conrado x Central
173- Leblon x Rodoviária
178- São Conrado x Rodoviária

De metro: Desça na estação de Botafogo e siga andando pela Rua São Clemente por uns 15 minutos.

De bicicleta: Tem uma estação da Bike Rio na Praça Corumba, que fica na estrada da favela.

De carro: Chegando a Botafogo, siga pela Rua São Clemente. A entrada da favela é lgo após o Colégio Santo Inácio.

Palácio do Catete

Turismo na zona sul

Entre os vários museus que você encontra pela cidade do Rio de Janeiro, está o Museu da República, que fica no Palácio do Catete.

 

Palácio do Catete

Ele foi construído na segunda metade do século XIX para ser a residência da família do Barão de Nova Friburgo. De 1897 a 1960, ele abrigou a sede do poder executivo brasileiro. Depois que Brasília foi inaugura, o Palácio do Catete se transformou no Museu da República.

Ele é um lindo exemplo da arquitetura neoclássica e foi projetado por um arquiteto alemão. A última adição à ornamentação do palácio foi feita em 1910, quando foram colocadas no alto de edifício as águias de bronze de Rodolfo Bernadelli. Você encontra outras obras deste escultor no Museu Nacional de Belas Artes.

O jardim do Palácio do Catete se estende até a Praia do Flamengo. Ele possui mais de 3 mil m² e as palmeiras que você vê lá hoje foram são mais antigas que o próprio edifício. Em 1939, o Palácio de Catete e seu jardim foram tombados pelo IPHAN.

palácio do catete rj

 

O Museu da República

A grande obra que você encontra aqui é o próprio edifício. Visite seus salões belamente decorados, ande por seus corredores ornados e conheça este lugar maravilhoso. Ele não só mostra a história como também fez parte de dela.

O quarto de Getúlio Vargas ainda está do jeito que o ex-presidente deixou no dia do seu suicídio. Ele fica no 3º andar do prédio.

O museu oferece ao público o Cineclube Silvio Tendler. Em cartaz estão filmes e documentários com roteiros relevantes que contam um pouco da história brasileira. Após os filmes, acontece um debate com especialistas convidados. Um ótimo programa pra quem gosta de cinema e história.

Além de história, o Palácio de Catete também é sobre o presente. Na Galeria do Lago você pode apreciar exposições de arte contemporânea.

 

Funcionamento do Palácio do Catete

Museu da República

De terça a sexta, das 10h às 17h. Sábados. Domingos e feriados, das 14h às 18h.

Galeria do Lago

De terça a sexta, das 10h ao meio dia e das 13h às 17h. Sábados, domingos e feriados, das 11h às 18h.

Jardim

Diariamente, das 8h às 18h. Aos sábados, domingos e feriados o portão da Praia do Flamengo fica fechado.

Os ingressos custam R$6,00, mas nas quartas e nos domingos a entrada é franca. Professores, maiores de 60 anos e crianças até 10 anos não pagam. Estudantes e menores de 21 tem direito à meia-entrada.

 

Como chegar ao Palácio do Catete

De Metro: A estação do Catete fica quase em frente ao edifício. As duas linhas do metro passam por ela.

De ônibus:
161- Lapa x Leblon (via Joquei)
170- Rodoviária x Gávea
178 – Rodoviária x São Conrado
180- Cosme Velho x Central
184- Laranjeiras x Central
401- São Salvador x Rio Comprido
405- Cosme Velho x Ramos
434- Leblon x Grajaú
498- Cosme Velho x Circular da Penha
574- Glória x Leblon (via Copacabana)
740D – Charitas x Ipanema

De bicicleta: Há uma estação da Bike Rio na Rua do Catete, a poucos metros do palácio.

De carro: Não é aconselhável ir de carro pela dificuldade em estacionar na região.

Trilha da Pedra Bonita

Muita beleza natural

A trilha da Pedra Bonita é muito procurada por cariocas e turistas aventureiros que querem conhecer a cidade de um jeito diferente. Ela tem nível de dificuldade fácil, então mesmo que você nunca tenha feito trilha na sua vida, não vai ser difícil. Pra quem já fez a trilha do Morro da Urca é bem tranquilo.

 

Chegando à Trilha da Pedra Bonita

A trilha começa ao lado do estacionamento da rampa de voo livre. O melhor jeito é subir até lá de carro. Pegue a Estradas da Canoas que começa na Estrada do Joá, em São Conrado. O estacionamento é bem sinalizado.

Algumas pessoas usam o serviço de taxi para fazer este trecho. São apenas 1,9 km e dá pra fazer em 4 minutos. Se esta for a sua opção é melhor deixarpedra bonita a volta já marcada com o taxista.

Se você quiser ir até de ônibus, a linha 448- Maracaí x São Conrado serve. Você pode pegar o ônibus na Estrada Lagoa- Barra sentido Maracaí. Ele passa na entrada da subida para o estacionamento. O caminho até lá é meio cansativo, mas ai você já entra no pique.

No inicio da trilha há uma placa de sinalização. Ela indica que o tempo médio até o topo é de 25 minutos. Outra informação muito importante é o numero de telefone para resgate: 193 – Bombeiros.

 

Subindo a Pedra Bonita

A trilha começa por um antigo caminho de pedras colonial. Ali a vegetação é mais densa e as árvores bem altas, o que torna o clima bem agradável. Já do começo você tem algumas vistas muito bonitas, como o Alto da Boa Vista e o Pico da Tijuca.

Você logo chegará à primeira bifurcação. Se você tomar o caminho da direita, seguirá para o Morro do Chapecó. De lá se tem uma vista linda da Barra da Tijuca. Pegue o caminho da esquerda para continuar em direção à Pedra Bonita.

Aqui a vegetação já começa a mudar e você ficará mais exposto ao sol. Então não se esqueça do protetor solar e do boné. A vista também muda e fazer uma parada nos mirantes naturais é uma obrigação. O Morro Dois Irmãos é lindo visto daqui de cima.

A ultima etapa da trilha é um pouco mais complexa. Tem alguns aclives, mas nada muito difícil. Preste atenção no chão, porque o terreno fica mais arenoso e escorregões são possíveis. É só ir com calma e cuidado.

Lá do topo da Pedra Bonita o visual é fantástico. Você pode ver a região oceânica de Niterói, a entrada da Baía de Guanabara, a orla da zona sul e da zona oeste, a Pedra da Gávea e outros pontos da Floresta da Tijuca.

 

Vida ao ar livre

Com certeza vale a pena conhecer a cidade por este novo ângulo. Não importa se você mora por aqui ou está só visitando. A cidade do Rio de Janeiro tem muitas belezas naturais que vão além das praias. Se você gostou do passeio, faça também a trilha do Morro Dois Irmãos ou conheça o restante do Parque Nacional da Floresta da Tijuca.

Jockey Club

Clássico

O Jockey Club Brasileiro fica no bairro da Gávea, zona sul do rio, entre o Jardim Botânico e a Lagoa Rodrigo de Freitas, com uma linda vista para o Cristo Redentor.

 

Como chegar ao Jockey Club

De metro: Vá até a estação General Osório em Ipanema. Pegue o Metro Na Superfície em direção à Gávea. Desça na Estação Bartolomeu Mitre, próximo ao Hospital Miguel Couto.

De bicicleta: Há 4 estações nas proximidades do Jockey Club. Uma no Parque dos Patins, na orla da Lagoa; uma na Praça Sibélius e outra no Largo da Jockey Club rio de janeiroMemória, próximas ao Hospital Miguel Couto e uma no Baixo Gávea, próxima à entrada principal do Jockey.

De ônibus:
124 – Jardim Botânico x Central
170 – Rodoviária x Gávea
172 – Central x São Conrado
173 – Rodoviária x Leblon
178 – Rodoviária x São Conrado
309 – Central x Alvorada
316 – Central x Recreio dos Bandeirantes (via Botafogo)
317 – Central x Alvorada
410 – Praça Saens Pena x Gávea
Desça no ponto mais próximo à Praça Santos Dumont.

De carro:
Pra quem chega à zona sul pelo túnel Rebouças, é só contornar a Lagoa, pegar a Rua Mario Ribeiro e em seguida entrar à direita depois do Hospital Miguel Couto.
Pra quem vem por Leblon/ Ipanema, é só seguir até o final da Avenida Bartolomeu Mitre.
Vindo pela Auto Estrada Lagoa- Barra entre à esquerda na Avenida Visc. De Albuquerque, depois do túnel Zuzu Angel.
Se você vem do Humaitá/ Botafogo, é só seguir pela Rua Jardim Botânico.

Há estacionamento no local. Há duas entradas: pela Rua Jardim Botânico, nº 1.003 e pela Praça Santos Dumont.

 

Conheça o Jockey Club Brasileiro

O Jockey Club Brasileiro foi inaugurado em maio de 1932, depois de uma fusão entre dois clubes, o Derby Club e o Jockey Club. Ele abriga o Hipódromo da Gávea, o maior hipódromo de corridas de cavalos no país.

O local promove a prática do turfe com eventos e competições e organizando as apostas. O turfe é um esporte tradicional com cavalos que surgiu no Reino Unido por volta do século XVII e chegou ao Brasil em meados do século XIX. Confira a programação oficial para saber quando acontecem a corridas e ir assistir.

Se você nunca apostou numa corrida de cavalos, no Jockey Club Brasileiro você pode aprender tudo o que precisa saber para participar.

Além dos eventos turfísticos, o Jockey também abriga um grande centro gastronômico com seis restaurantes que apresentam cardápios variados. São ambientes sofisticados com ótima culinária que vai da pizza à comida japonesa.

  • Derby Bar – culinária brasileira e finger food;
  • Emporuim Pax – variedade de pratos leves no buffet;
  • Palaphita Gávea – tempero especial da Amazônia;
  • Prado Grill – à la carte com variedade de massas;
  • Victória – pizza no forno a lenha e menu japonês;
  • Rubaiyat Rio – especializado em carnes;

O Jockey Club Brasileiro promove diversos eventos ao logo do ano. Tanto para os sócios de forma exclusiva, quanto aberto ao público em geral. Há cursos livres de assuntos variados além de vários leilões para compra de cavalos de raça.