Trilha do Morro dos Cabritos

Trilhas e mais trilhas

O Morro dos Cabritos fica no bairro do Grumari, zona oeste da cidade do Rio de Janeiro, perto da Prainha. Ele tem 324 metros de elevação e uma vista maravilhosa do oceano e as pequenas ilhas de Grumari. Você também consegue ver a Pedra do Pontal e a Praia da Macumba, no Recreio dos Bandeirantes.

 

Como chegar ao Morro dos Cabritos

Indo de carro, siga pela Av. Estado da Guanabara. Ela começa na Estrada do Pontal, no bairro do Recreio dos Bandeirantes, na altura da Estrada Ver. Alceu de Carvalho. Mas será preciso chegar cedo, pois o estacionamento tem poucas vagas e quando atinge a lotação máxima o acesso é fechado.

Se você não tem carro ou não quer arriscar ficar sem vaga para estacionar pode usar o SurfBus, um ônibus que leva surfistas e turistas para a Prainha. Ele sai do Largo do Machado em quatro horários fixos: às 7h, às 10h, às 13h e às 16h. A volta acontece às 11h30, às 14h30 e às 17h30. Ele funciona todos os dias da semana.

Você pode chegar ao Largo do Machado de metro, as duas linhas existentes servem neste caso.

 

Parque Municipal do Grumari

Este parque possui somente 805 hectares, mas ele abriga uma variedade de ecossistemas importantes. Ele tem vegetação de restinga, Mata Atlântica, um manguezal e diversas praias selvagens.

O Morro dos Cabritos fica dentro da área do parque e é necessário ter bastante cuidado quando for visita-lo. Há espécies raras e em extinção na região, tanto da flora quanto da fauna. Oficialmente, a trilha não é permitida então nunca saia do caminho demarcado.

trilha morro dos cabritos grumari

 

Trilha do Morro dos Cabritos

Você vai achar o início da trilha próximo ao Mirante da Prainha. Vá até o final do estacionamento que fica em frente a um restaurante e procure por uma abertura na cerca. O caminho segue bem a sua esquerda, em direção ao costão de pedra.

Em média, a trilha leva 35 minutos até o cume do Morro dos Cabritos. O trajeto de ida e volta tem 2 km. O nível de dificuldade é fácil/ leve, mas a trilha não é recomendada para os mais sedentários. Em alguns pontos, você vai precisar fazer escalaminhadas, o que torna esta trilha um pouco cansativa.

Há dois caminhos que você pode seguir: um que segue beirando o costão e outro por entre as árvores. Quando você chegar a uma bifurcação, é só seguir em frente. O caminho da direita leva ao Morro da Boa Vista. Leve proteção solar, pois no alto do Morro dos Cabritos a vegetação é rasteira e não tem sombra.

A natureza é quase intocada pelo homem nesta parte da cidade. O que dá ao lugar um clima paradisíaco.

 

Curta bastante o Grumari

Visite também o Morro da Boa Vista. Você também pode fazer a trilha que leva para o Morro do Caeté. Depois dessa pequena aventura, você pode aproveitar e dar um mergulho na Prainha. Se você quiser conhecer melhor o Parque Municipal do Grumari, ele abre para visitação das 8h às 17h, diariamente.

Praias Selvagens

Beleza é o que não falta

A cidade do Rio de Janeiro tem praias muito famosas e outras nem tanto. Mas se engane em achar que as praias pouco conhecidas são inferiores. As praias selvagens do Rio são desconhecidas até por alguns cariocas, porém são incríveis e vale a pena todo o esforço pra chegar lá.

 

Por que selvagem?

As praias selvagens cariocas ficam na zona oeste da cidade, no bairro do Grumari, entre a Barra de Guaratiba e o Recreio dos Bandeirantes. Boa parte do bairro pertence a uma unidade de proteção ambiental, que faz parte do Parque Estadual da Pedra Branca. Todas as praias estão dentro desta unidade.

Elas só podem ser acessadas por trilha ou barco, o que torna tudo uma grande aventura deliciosa. Não há estradas ou qualquer outra infraestruturapraias selvagens rj criada pelo homem na área de uma praia selvagem. Isso significa: sem quiosques ou chuveirões. Está tudo do jeito que a natureza fez.

 

Como chegar às praias selvagens

O acesso é feito pelo bairro de Barra de Guaratiba. Indo pela trilha ou pegando o barco, o ponto de partida é o mesmo, a praia que fica no centro do bairro.

Para chegar a Barra de Guaratiba você pode usar dois caminhos:
Se você vem pela Barra da Tijuca/ Linha Amarela: A Avenida Estado da Guanabara começa na Estrada do Pontal, altura da Estr. Ver. Alceu de Carvalho, no Recreio dos Bandeirantes.
Se você vem por Guaratiba/ Campo Grande: A Estrada Roberto Burle Marx começa no final da Av. das Américas, na altura do Túnel José de Alencar.

De ônibus: É só descer no ponto final da linha 867- Campo Grande x Barra de Guaratiba.

 

As 5 Praias Selvagens do Rio

Praia do Perigoso

É uma praia incrivelmente bonita. A Praia do Perigoso é a mais famosa do grupo, o que a torna a mais frequentada. O lugar fica cheio durante os finais de semana e feriados. Seu nome surgiu com uma lenda urbana envolvendo um criminoso fugitivo.

Praia de Búzios (ou das Conchas)

Fica quase ao lado da Praia do Perigoso. A Praia dos Búzios, também é chamada de Praia das Conchas. Isso por causa das pedrinhas na areia. Quase ninguém vem aqui, porque é perigoso entrar na água. Mas se você quer treinar suas habilidades de fotógrafo, é o lugar perfeito.

Praia do Meio

A Praia do Meio é pequena, como todas as outras praias aqui listadas são. Mas tamanho não é documento. Tudo é tão perfeito nesta praia, o céu, a paisagem, as ondas, o silêncio, que é até difícil de acreditar que você está mesmo em uma das maiores cidades do país.

Praia Funda

Essa praia é mais procurada pelos surfistas, porque as ondas são fortes. Isso a torna menos frequentadas do que as outras. A Praia Funda é uma pequena amostra grátis de Paraíso. Se desligue de tudo, esquece que o mundo existe e aproveita.

Praia do Inferno

A Praia do Inferno é simplesmente deslumbrante. Todo conjunto da paisagem é maravilhoso.  Perfeita para a prática do surf. É a mais deserta das cinco praias, já que é a mais distante. Acredite, todo o esforço para chegar nesta praia será recompensado.

Cachoeira do Camorim

Outro lado do Recreio

Quem quer se refrescar no verão, mas está fugindo das praias lotadas, eis aqui uma ótima sugestão: a Cachoeira do Camorim.

 

Cachoeira do Camorim

O bairro do Camorim fica na zona oeste da cidade, ao lado do Recreio dos Bandeirantes e de Jacarepaguá.

O Rio Camorim vem descendo desde o alto da Serra do Nogueira, forma o lindo Açude do Camorim e continua até formar a cachoeira já perto do sopé da montanha. Muitas pessoas fazem a trilha até o Açude do Camorim, mas lá não é permitido o banho. Assim, a cachoeira é uma ótimacachoeira do camorim alternativa pra quem quer estar em meio à natureza e também quer um banho de água bem gelada.

 

Diversão em meio à natureza

Parte do bairro pertence ao Parque Estadual da Pedra Branca, uma área de preservação ambiental com mais de 12 mil hectares que se estende por mais 16 bairros. A vegetação do parque é de Mata Atlântica. Toda a área próxima à cachoeira e ao açude era uma fazenda, foi reflorestada e hoje é mata fechada.

 

A trilha da Cachoeira do Camorim

Ela começa no final da Estrada de Camorim. Tem que fazer um registro de entrada antes no escritório do parque, por questões de segurança.

A trilha é a mesma que leva até o Açude do Camorim e tem pouco mais de 3 km de extensão. A cachoeira fica mais ou menos da metade do caminho e você pode fazer o percurso até ela em 1h, dependendo do seu ritmo. O nível de dificuldade é fácil/ leve. A trilha está bem marcada, já que é muito usada. O passeio é recomendado para crianças a partir de 6 anos de idade.

Durante a caminhada, lembre-se de fazer silêncio para ouvir o canto dos pássaros que habitam a região. Um ótimo show de música da natureza.

Não se esqueça de que você estará em área de preservação ambiental. Não deixe lixo no local, leve um saquinho para recolher tudo ao final. Não arranque plantas para levar pra casa como lembrança (imagina se todo mundo quiser fazer isso?).

 

Como chegar à Trilha no Camorim

A Estrada de Camorim começa na Estrada dos Bandeirantes, entre o Rio Centro e o Projac da Rede Globo. Estas são boas referências, caso você não conheça bem a região. Não há serviço de metro ou de trem nesta parte da cidade.

De ônibus:
Use as linhas 348 e 368, ambas Castelo x Rio Centro, que fazem parada no início da Estrada de Camorim. Use como referência a Escola Municipal Des. Ney Palmeiro. A estrada tem aproximadamente 3 km de extensão.

De carro:
Pra quem vem pela Linha Amarela: Pegue a saída que em direção ao Rio Centro. Acesse a Estrada dos Bandeirantes em direção à Curicica.
Pra quem vem pelo Recreio: Saindo da Avenida das Américas, pegue a Avenida Salvador Allende em direção ao Rio Centro. Antes de chegar ao Parque dos Atletas entre à esquerda para pegar a Estrada dos Bandeirantes e siga em direção à Curicica.

Cachoeiras do Mendanha

Conhecendo

O Parque Municipal da Serra do Mendanha fica na zona oeste do Rio de Janeiro, entre os bairros de Campo Grande e Bangu e a cidade de Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense. Lá você encontra trilhas, cachoeiras e área de lazer.

O parque é uma unidade de conservação do bioma de Mata Atlântica. O lugar é um dos maiores redutos de vegetação original da cidade, isto quer dizer que aquelas árvores já estavam lá quando os portugueses chegaram aqui. O Parque do Mendanha faz parte da área de proteção ambiental do Gericinó- Mendanha, que é considerada como reserva da biosfera pela UNESCO.

Quem passa pela Avenida Brasil, entre Realengo e Paciência, sentido Itaguaí, pode ver as montanhas do lado direito da estrada.

 

As cachoeiras da Serra do Mendanha

São duas cachoeiras ao longo do Rio Guandu Sapê. As duas formam piscinas naturais maravilhosas e paradisíacas. Tome cuidado ao cachoeiras do mendanhamergulhar. As piscinas são bem fundas em alguns lugares e nem sempre dá pé. Dá até pra esquecer que você está em uma cidade grande.

A dica é chegar bem cedo e sair no meio da tarde. Tem muito mosquito por lá e eles não perdoam. Leve repelente.

Não esqueça de levar um saquinho para recolher todo o seu lixo no final do dia.

 

A trilha para as cachoeiras

A trilha não é muito sinalizada, mas já está bem marcada, então é fácil seguir por ela. O nível de dificuldade é moderado. O início é bem cansativo, pois é bem íngreme e leva de 40 minutos às 1h. Em alguns momentos você precisará superar obstáculos naturais. É mais indicado ir com alguém que já conhece o percurso.

Durante a semana, o lugar fica bem deserto, então vá com um grupo. Já nos finais de semanas de sol, fica bem cheio.

 

Como chegar à trilha das cachoeiras

O melhor jeito de chegar até lá é de carro.

Vá pela Avenida Brasil até Campo Grande. Pegue a Estrada do Mendanha entrando à direita e siga até o final. Você irá subir um morrinho e logo na descida vai pegar a Estrada Abílio Bastos, use uma igreja batista como referência. Continue pela Estrada Abílio Bastos quando passar por uma escola, vire à esquerda.

Se você se perder, é só parar e perguntar. Alguns moradores legais abrem seus quintais como estacionamento. Tem vários sítios por lá.

Se você for de ônibus, pode usar as linhas 850- Mendanha x Campo Grande e 895- Serrinha x Campo Grande. Você pode pegar eles ao lado da estação de trem de Campo Grande. Nessa estação passa o ramal Santa Cruz. Se você for até Campo Grande de ônibus, desça na Rodoviária e siga pela Rua Ferreira Borges, no sentido dos carros, até a estação de trem.

 

As belezas naturais da zona oeste

Na zona oeste da cidade você também encontra o Açude de Camorim, as praias selvagens de Grumari, a Ilha do Pontal no Recreio dos Bandeirantes, as trilhas da Barra de Guaratiba e o Parque Estadual da Pedra Branca.

Morro do Caeté

Trilha e praia

Para os que adoram estar em meio à natureza, opção não falta nesta cidade maravilhosa. No litoral da zona oeste, entre os bairros do Recreio dos Bandeirantes e do Grumari, fica a Prainha e lá tem, além de um visual estonteante, uma trilha.

 

Mirante do Caeté

O mirante fica no Parque Municipal Ecológico da Prainha, bem pertinho do mar. É uma área de proteção ambiental com 107 hectares.

A palavra “caeté” é de origem tupi e significa “mata virgem”. Não há outro nome melhor para este lugar paradisíaco. O Parque da Prainha fica trilha morro do caetecolado com o Parque Estadual da Pedra Branca. Toda a região é coberta de Mata Atlântica original. Bem próximas à Prainha ficam as praias selvagens cariocas.

 

Trilha do Morro do Caeté

A trilha do Morro do Caeté começa próximo ao estacionamento da Prainha e tem dois caminhos. O que segue pela direita é bem fácil e qualquer pessoa consegue fazer, uma simples caminhada pela natureza. O caminho que segue pela esquerda é mais complicado e requer bastante atenção. Você também pode dar a volta completa passando pelas duas trilhas.

Qualquer uma das trilhas que você escolher é bem acessível e o caminho todo é sinalizado. A melhor opção é ir pelo caminho da esquerda e voltar pelo da direita, caso você escolha fazer todo o percurso.

Toda a trilha tem 2,5 km e pode ser feita em apenas 30 minutos. É tranquilo levar crianças a partir de 7 anos para fazer este passeio.

A vista que se tem o Mirante do Caeté é muito linda. É possível ver a Praia do Secreto e toda a orla do Recreio com a Praia da Macumba e a linda Pedra do Pontal. O mar lá de cima parece ainda mais incrível.

 

Curta o dia na Prainha

Um ótimo itinerário para este passeio é chegar bem cedo, o Parque da Prainha abre ás 8h, e ir logo fazer a trilha. A entrada do parque é gratuita. Depois você pode aproveitar para dar um mergulho no mar.

Quando bater a fome é só aproveitar os quiosques da praia. Leve um saquinho e recolha todo o seu lixo. Não se esqueça de que se trata de uma área de proteção ambiental. Ajude a preservar o lugar.

 

Como chegar ao Parque Municipal Ecológico da Prainha

De carro: o parque fica na Av. Estado da Guanabara, nº 58. Ela começa na Estrada do Pontal, na altura da Estrada Ver. Alceu de Carvalho.

De bicicleta: Há uma estação na Praia do Recreio, na Praça do Pontal. São 2 km pedalando até o Parque da Prainha.

Se você não tem carro pode usar o SurfBus, um ônibus que leva surfistas e turistas para a Prainha. Ele sai do Largo do Machado em quatro horários fixos: às 7h, às 10h, às 13h e às 16h. A volta acontece às 11h30, às 14h30 e às 17h30. Ele funciona todos os dias da semana.

Você pode chegar ao Largo do Machado de metro, as duas linhas existentes servem para você.

Açude do Camorim

Desvendando

No Parque Estadual da Pedra Branca tem muita coisa legal pra fazer. O maior parque natural urbano do mundo fica na zona oeste da cidade do Rio e tem montanhas e praias e muitas trilhas para você explorar tudo.

 

Açude do Camorim

Um dos lugares mais procurados no Parque da Pedra Branca é o Açude do Camorim. Ele fica a 435 metros de altitude e tem um quarto do tamanho da Lagoa Rodrigo de Freitas. O açude foi construído na primeira década do século XX e até hoje abastece parte da zona oeste da cidade.

É um lugar lindo pra conhecer em meio a Mata Atlântica com jequitibás de 300 anos de idade. Você encontrará o açude em uma vale entre as serrasaçude do camorim do Quilombo, do Nogueira e o Pico do Sacarrão. Bem próximo a ele existem algumas cachoeiras.

Camorim é uma palavra que vem do tupi e quer dizer “mata com muitos mosquitos”. Ou seja, não se esqueça do repelente.

 

Trilha do Açude do Camorim

O melhor jeito de explorar tudo isso ao máximo é fazendo a trilha do Açude do Camorim. O nível de dificuldade é fácil/ leve. Muitos idosos e crianças passeiam por lá. São apenas 3 km de caminhada sombreada o tempo topo pelas árvores.

A trilha começa no final da Estrada de Camorim. O início da trilha é bem sinalizado. É necessário fazer um registro de entrada no escritório do parque, por questões de segurança. É fácil seguir a trilha. Como ela é muito usada, o caminho é bem marcado. Em 2h30min você faz todo o percurso de ida e volta. No caminho você passará pela Cachoeira de Camorim.

No ponto mais alto do Açude do Camorim se tem uma vista esplêndida. Diante de você estará o Parque da Pedra Branca, o Maciço da Tijuca e a Pedra da Gávea.

Não é permito tomar banho no açude, já que a água dele serve para o abastecimento de residências na região. Há também o perigo dos sumidouros.

Apesar de ser uma caminhada leve não é recomendável para pessoas sedentárias. Leve um saquinho para recolher todo o seu lixo. Ajude a preservar o Parque da Pedra Branca fazendo a sua parte.

 

Como chegar no Açude do Camorim

O bairro do Camorim fica próximo ao Recreio dos Bandeirantes e Jacarepaguá. A Estrada de Camorim começa na Estrada dos Bandeirantes, entre o Rio Centro e o Projac da Rede Globo.

De ônibus: As linhas 348 e 368, ambas Castelo x Rio Centro, fazem parada no início da Estrada de Camorim. Use como referência a Escola Municipal Des. Ney Palmeiro. A estrada tem aproximadamente 3 km de extensão.

De carro:
Vindo pela Linha Amarela: Pegue a saída que segue para o Rio Centro. Acesse a Estrada dos Bandeirantes em direção à Curicica.
Vindo pelo Recreio: Saindo da Avenida das Américas, pegue a Avenida Salvador Allende em direção ao Rio Centro. Antes de chegar ao Parque dos Atletas entre à esquerda para pegar a Estrada dos Bandeirantes e siga em direção à Curicica.

Zax Club

Na Barra

A cidade maravilhosa tem um cara diferente para agradar a todos os cariocas e turistas. Você pode passear pelo mapa cultural da cidade, pelos lugares históricos, curtir a boêmia, relaxar nas praias, se aventurar em diferentes trilhas ou se jogar na vida noturna carioca. Se você quiser a ultima opção, o melhor lugar para você é o Zax Club.

O Zax Club fica na Barra da Tijuca, litoral da zona oeste, onde você encontra as melhores casas noturnas da cidade. Na verdade, a Avenida Armando Lombardi é o endereço da noite carioca. Lá também fica a Boate 021.

 

Noite animada na Zax Club

Se você gosta de curtir a balada com muito conforto e sofisticação, aqui é o seu lugar. A Zax Club tem os melhores camarotes esperando por você. O espaço Lounge tem até varanda, pra você relaxar com uma vista privilegiada para as ilhas da Lagoa da Tijuca.

O lugar é muito lindo e tem uma ótima infraestrutura, além de muita segurança.

A programação da Zax Club traz pra você as melhores atrações nacionais e internacionais. A agenda da casa é anunciada com semanas de antecedência para você garantir logo seu lugar e não perder nada.

Aqui você se surpreende a cada momento, vivendo uma experiência incrível.

Site: http://www.zaxclub.com.br/

Zax club

 

Funcionamento

A Zax Club abre de terça a domingo, das 22h às 6h do dia seguinte.

Até meia noite a entrada é vip para mulheres e custa R$65 para os homens.

As mesas da área vip custam R$600 e recebem 8 pessoas
Os camarotes DJ 1, DJ 2 e Heineken tem capacidade para 12 pessoas e custam R$1.500 + taxa de serviço de 12%.
Os Camarotes 2, 3 e 4 tem varada e recebem 15 pessoas. Custam R$1.600 + taxa de serviço de 12%.
Os camarotes 1 e 5 tem banheiro exclusivo e recebem 15 pessoas. Custam R$2.500 + taxa de serviço de 12%.
O camarote Gold é exclusivo no 2º andar. Custa R$2.500 + taxa de serviço de 12%.

Reservando o camarote com antecedência você ganha desconto e o valor final é revertido para a consumação.

 

Como chegar à Zax Club

De metro: em breve, a Linha 4 do Metro chegará a Barra da Tijuca. Até lá, você deve usar a estação General Osório, em Ipanema. Use a integração Barra Expresso.

De BRT: Chega à Estação Terminal Alvorada, já na Barra da Tijuca. Depois pegue a linha 309 ou a 957.

De ônibus: As seguintes linhas municipais passam pela Zax Club.
302 – Recreio dos Bandeirantes x Rodoviária
309 – Alvorada x Central
316 – Recreio dos Bandeirantes x Central (via Botafogo)
343 – Joatinga x Praça XV (via Linha Amarela)
354 – Praça XV x Cidade de Deus
550 – Gávea x Cidade de Deus
957 – Alvorada x Maré (via Jockey)
2115 – Castelo x Pechincha

De carro:
Se você vem da zona sul, pegue a Auto Estrada Lagoa – Barra. Continue pela Avenida Ministro Ivan Lins. Pegue a Av Armando Lombardi e faça o retorno por baixo da Avenida Das Américas. A Zax Club fica a poucos metros depois da Praça Professor Souza Araújo.
Vindo pela Linha Amarela/ Recreio, siga pela Avenida Das Américas até p final, sentido Joá. Chegando à Avenida Armando Lombardi, entre à direita na Afonso de Taunay e faça um retorno.

Se dirigir não beba.

Boate 021

Na rua das boates

A Barra da Tijuca é conhecida por suas belas praias e sua noite agitada. Há muitas casas noturnas neste bairro da zona oeste que atraem pessoas de vários lugares da cidade. Uma das mais famosas é a Boate 021.

 

O que acontece na Boate 021

O lugar é uma mistura de bar, restaurante e boate, o que garante muita animação rolando até altas horas. A Boate 021 está sempre lotada, já que quem gosta sempre volta.

Tem todo tipo de música na Boate 021, incluindo sertaneja, eletrônica, samba, funk, hip hop e pagode. A cada dia eles oferecem uma atração diferente e você pode conhecer as principais bandas, DJ’s e MC’s do cenário carioca.

A pista de dança é bem ampla e você pode dançar com os amigos ou com alguém que acabou de conhecer até não aguentar mais ficar de pé. O público é bem jovem, entre 18 e 25 anos, e isso aumenta o clima de azaração no lugar.

No restaurante da Boate 021, você encontra várias opções de finger food e, aos domingos, tem feijoada a partir das 16h30min. No bar há diversas bebidas diferentes, principalmente drinks a base de vodka e rótulos importados, com promoções de dose dupla em vários horários todas as noites.

boate 021 rio

 

Funcionamento

A Boate 021 abre de quinta a domingo às 23h e fica aberta a madrugada toda.

A entrada custa R$30 para mulheres e R$50 para homens. Mas você pode procurar a lista amiga para conseguir um desconto neste valor.

Lembrando que é proibida a entrada de menores de 18 anos.

 

Como chegar à Boate 021

A Boate 021 fica na Av. Armando Lombardi, nº 583. Na altura do Posto 3 da praia da Barra da Tijuca.

De metro: em breve, a Linha 4 do Metro chegará a Barra da Tijuca. Por enquanto, a estação mais próxima é a General Osório, em Ipanema. Lá você pode usar a integração Barra Expresso.

De BRT: Vá até a Estação Terminal Alvorada, já na Barra da Tijuca. Depois pegue as linhas 309 ou 957.

De ônibus: As seguintes linhas municipais passam pela Boate 021.
302 – Recreio dos Bandeirantes x Rodoviária
309 – Alvorada x Central
316 – Recreio dos Bandeirantes x Central (via Botafogo)
343 – Joatinga x Praça XV (via Linha Amarela)
354 – Praça XV x Cidade de Deus
550 – Gávea x Cidade de Deus
957 – Alvorada x Maré (via Jockey)
2115 – Castelo x Pechincha

De carro:
Vindo da zona sul, siga pela Auto Estrada Lagoa – Barra. Continue pela Avenida Ministro Ivan Lins. Pegue a Av Armando Lombardi e faça o retorno por baixo da Avenida Das Américas. A Boate 021 é logo depois da Praça Professor Souza Araújo.
Vindo da Linha Amarela/ Recreio, siga pela Avenida Das Américas, sentido Joá. Quando chegar ao final, e começar a Avenida Armando Lombardi, entre à direita na Afonso de Taunay, novamente à direita na Alda Garrido e faça um retorno na Praça Professor Souza Araújo.

Lembre-se, se dirigir não beba. Se beber, não dirija. Não há estacionamento no local.

Barra Music

Casa de Shows na Barra

Na cidade do Rio de Janeiro tem diversas coisas que você pode fazer para se divertir, tanto de dia quanto de noite. Se, depois de passar o dia relaxando nas praias ou se aventurando em trilhas, você ainda tiver energia para gastar, se jogue na vida noturna carioca.

Há quem goste de curtir a noite em um barzinho com os amigos ouvindo um som acústico. Há quem prefira dançar e agitar muito até o dia clarear. Pra quem pertence ao segundo grupo, o Barra Music é o lugar perfeito.

 

Conheça o Barra Music

A maior casa de shows do Rio fica na zona oeste da cidade, no bairro de Jacarepaguá. São mais de 30.000 m² da melhor infraestrutura que você precisa para curtir a noite com conforto e segurança.barra music

Aqui no Barra Music a programação é vem variada e você desfruta do melhor que rola no cenário musical brasileiro. Nomes conhecidos fazem shows no Barra Music todo final de semana. Na programação da casa, você encontra a F.E.S.T.A. que acontece nos sábados. Tem funk, pagode, sertanejo, eletrônica e axé pra todo mundo dançar bastante e aproveitar muito a noite.

A pista de dança é enorme e tem sempre uma galera bem animada por lá. No Barra Music tem também áreas de acesso exclusivo: o mezanino, que é uma área externa; o camarote vip para 10 pessoas no nível 1; e os camarotes super vip para 14 pessoas e premium para 25 pessoas no nível 2. Todo espaço recebe 6.600 pessoas.

 

Funcionamento

O Barra Music abre praticamente todos os dias, a partir das 23h.

O preço da entrada inteira para a pista é R$10 para mulheres e R$20 para homens a noite toda. Há meia-entrada para estudantes, menores de 21 anos, professores da rede pública e portadores de deficiência com carteirinha.

Para quem quiser acesso ao mezanino, some a taxa de R$25 sobre o valor da pista.

Para reservar camarotes é preciso entrar em contato com a casa em reservaspremium@barramusic.art.br.

Não é permitida a entrada de menores de 18 anos e não pode entrar de bermuda e/ ou chinelo.

Para agenda e preços: http://www.barramusic.art.br/

 

Como chegar ao Barra Music

De metro: Vá até a estação General Osório em Ipanema. Pegue o Barra Expresso e vá até a Estação Alvorada do BRT. Lá pegue um ônibus para o Barra Music.

De ônibus: Há 14 linhas de ônibus que passam em frente ao Barra Music.
181- São Conrado x Rodoviária
303- Rodoviária x Barra da Tijuca
315- Recreio dos Bandeirantes x Central
352- Rio Centro x Castelo
361- Recreio dos Bandeirantes x Carioca
613- Rio Centro x Shopping Nova América
692- Alvorada x Meier
693- Alvorada x Meier
700- Ponte de Marapendi x Madureira
863- Barra da Tijuca x Rio das Pedras
880- Recreio dos Bandeirantes x Rio das Pedras
886- Barra da Tijuca x Freguesia
887- Barra da Tijuca x Pechincha
2918- Alvorada x Aeroporto Internacional

De carro: O acesso ao Barra Music é feito pela Linha Amarela que liga a zona norte ao litoral da zona oeste. O endereço é Avenida Ayrton Senna, nº 5850. Há estacionamento no local.

Trilha Pedra do Telégrafo

“Famosa…”

A trilha para a Pedra do Telégrafo não é difícil, mas também não é melhor escolha para “primeira trilha da minha vida”. Se você já subiu o Morro dos Irmãos ou a Pedra Bonita, vai ser mais tranquilo. O mais indicado é ir com alguém já conhece a trilha.

 

Como Chegar à Pedra do Telégrafo

Primeiro você deve chegar ao centro da Barra de Guaratiba, um bairro no litoral da zona oeste do Rio.

De carro: O acesso para a Barra de Guaratiba é a Estrada Roberto Burle Marx, também conhecida como Estrada Velha de Barra de Guaratiba.trilha pedra do teléfrago

Vindo da Barra da Tijuca/ Recreio, siga até o final da Avenida das Américas e entre à direita depois do Túnel José Alencar.

Vindo de Santa Cruz/ Campo Grande, siga até o final da Avenida Dom João VI e entre à esquerda antes do túnel José Alencar.

De ônibus: Vá de BRT até a estação de Ilha de Guaratiba. As linhas que passam por lá são: Mato Alto x Alvorada, Mato Alto x Recreio, Pingo d’água x Recreio, Pingo D’água x Alvorada e Alvorada x Santa Cruz. Lá pegue o 867- Barra de Guaratiba x Campo Grande. Siga até o ponto final.

De trem: Vá até a estação de Campo Grande usando o ramal Santa Cruz. Saia da estação seguindo para o lado em que fica o Passeio Shopping. O ponto final do ônibus 867 é na rodoviária de Campo Grande, próximo à estação.

Chegando da Praia de Guaratiba, que fica no centro do bairro, você deve pegar o Caminho dos Pescadores. A trilha começa na escadaria do lado da Igreja Nossa Senhora das Dores.

 

Subindo a trilha até a Pedra do Telégrafo

Já na escadaria você vai encontrar umas setinhas amarelas pintadas no chão e nos postes. Siga as setas.

O caminho da trilha é bem marcado já que é muito usado. Dali também é possível seguir em direção às praias selvagens (Perigoso, do Meio, dos Búzios, Funda e Inferno) e a Pedra da Tartaruga.

São mais ou menos 35 minutos de caminhada, dependendo do seu ritmo. No verão é bom levar muita água. Já no primeiro mirante natural você tem uma vista incrível da Restinga da Marambaia, que fica na Baía de Sepetiba.

No final da trilha há uma placa de madeira indicando que você chegou à Pedra do Telégrafo e você consegue ver a bandeira do Brasil tremulando no alto.

Nos finais de semana, há muitas pessoas por lá. Então é melhor ir durante o meio da semana, nas suas férias.

A famosa pedra que parece um abismo é na verdade a Pedra da Bigorna (ou Pedra do Cavalo). Dá pra fazer fotos muito legais lá. A real Pedra do Telégrafo fica mais acima.

 

O que é um telégrafo?

Há muitos anos atrás, antes da internet e das mensagens instantâneas, o telégrafo era usado como instrumento de comunicação rápida entre curtas distâncias. Ali ficava uma base militar brasileira que investigava movimentação nazista durante a Segunda Grande Guerra. A base foi fechada há muito tempo, mas a bandeira do Brasil continua lá.